Top 5: Séries que indico.


Um fato sobre mim: durante o meu tempo livre, eu sempre me encontro vendo seriados. Vejo tantos, que mal posso dizer em número, os que acompanho. Eu adoro a maneira que eles envolvem o telespectador e o transporta para atmosfera da série, fazendo realmente você se importar com os personagens e o rumo da trama. Sendo assim, organizei um top5ive, mostrando os seriados que eu indico para vocês,e que não são tão conhecidos, então, espero que gostem. Aproveitem as férias para conhecer novos mundos, novas culturas, e dar boas risadas. Isso tudo sem ao menos sair de casa.

Uma das minhas séries favoritas, Reign conquistou seu espacinho no meu coração no final de 2013, quando passou a ser transmitida pela The CW (responsável por Gossip Girl, minha eterna paixão), nos Estados Unidos. A produção conta a história da Rainha Mary (Adelaide Kane) da Escócia, que depois de crescer em um monastério, para  sua própria segurança, retorna para assumir seu trono e cumprir o acordo de um casamento arranjado com o futuro Rei da França, o Príncipe Francis (Toby Rehbo). Baseada na verdadeira história da Rainha da Escócia, a série é uma junção de fatos empolgantes. Com toda sua elegância, diga-se de passagem, a corte te envolve. Quando ignoro os “probleminhas” do cotidiano que eles estão sempre submetidos, já quis muitas vezes fazer parte dessa realeza e acho que você também vai. Atualmente, o seriado encontra-se em exibição com a sua segunda temporada, mas ela está em hiatus (espécie de férias), então dá tempo de você correr, assistir todos os episódios e acompanhar junto comigo os passos de Mary e Francis.

Orphan Black é uma série canadense de ficção cientifica, e gente, ela é MUITO boa! Ela me conquistou em um piscar de olhos, e quando me vi, já estava consumindo os episódios sem ao menos me importar em respirar. Protagonizada por Tatiana Maslany (que faz íncriveis 7-até agora- personagens), a trama estreou em 2013 e desde então vem agregando inúmeras críticas positivas. A história é voltada em Sarah, que após presenciar o suicídio de uma desconhecida muito parecida consigo, decide assumir a identidade da morta, sem saber que, na verdade, está entrando num verdadeiro jogo de vida ou morte. A terceira temporada da série está marcada para estrear no dia 18 de abril deste ano.

Quando foi anunciando que uma série baseada na cidade do Batman, seria produzida, eu mal dei relevância. Erro meu. Ao assistir o primeiro episódio, que estreou no final do ano passado pela FOX, pude sentir uma total renovação da história e que estava lidando com um novo vicío. Com o foco voltado para  James Gordon, a trama mostra o detetive e seu parceiro Harvey Bullock, resolvendo um dos casos de maior destaque de Gotham: o assassinato de Thomas e Martha Wayne. Durante sua investigação, Gordon conhece o filho dos Wayne, Bruce, agora sob os cuidados de seu mordomo Alfred Pennyworth. Ao longo do caminho, Gordon deve enfrentar a máfia liderada por Carmine Falcone, bem como muitos dos futuros vilões de Gotham, como Selina KyleEdward Nygma e Oswald Cobblepot. Eventualmente, Gordon é forçado a formar uma improvável amizade com Bruce Wayne, que irá ajudar a moldar o futuro do menino em seu destino de se tornar O Cavaleiro das Trevas. A série ainda mostra nossos vilões favoritos ainda crianças, como a Ivy, a nossa queridinha Era Venenosa. É bem curioso.
Exibida desde de 2009, The Good Wife centra-se em Alicia Florrick (Julianna Margulies), cujo marido Peter Florrick (Chris Noth), um ex-advogado do estado de Condado de Cook, foi preso depois de um escândalo envolvendo sexo com prostitutas e corrupção. Depois de ter passado 13 anos como uma mãe atenciosa e dona-de-casa, Alicia retorna ao seu antigo trabalho como advogada e fica com a responsabilidade de criar os seus dois filhos. Além de ser um bom drama, chama atenção na série, o fato dela ser parcialmente inspirada no escândalo de prostituição envolvendo o ex-governador de Nova Iorque, Eliot Spitzer, bem como outros escândalos sexuais proveniente de políticos norte-americanos, particularmente os de John Edwards e Bill Clinton
 

Brooklyn Nine-Nine é uma série humorística americana produzida pela Fox, que estreou em 2014. Sim, de fato ela tem humor. Ela conta a vida de uma delegacia de polícia no distrito do Brooklyn,em  Nova York, acompanhando um grupo de detetives, que bem, não leva o trabalho à serio. Tudo muda quando o severo Capitão Ray Holt (linha dura) entra na delegacia. A série me conquistou, conseguindo arrancar de mim boas risadas. No momento, a segunda temporada está sendo exibida pelo canal.



Espero realmente que gostem e se divirtam com essas séries, assim, lado a lado,acompanharemos o rumo de cada trama!

4 comentários em “Top 5: Séries que indico.

Adicione o seu

  1. Amei o top5, você indicou series não muito conhecidas ao em vez de indicar aquelas que todo mundo que nem assisti conhecem.
    Reign e B99 são meus amorezinhos <3, e eu sou doida para assistir Orphan Black a muito tempo..Só falta a iniciativa de ver o primeiro episodio haha.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: