JORNALISMO | 07 DE ABRIL, melhor dia.

GENTE, hoje é um dos dias mais lindos do ano: DIA DO JORNALISTA! Amosou! Tá eu ainda estou na faculdade e blá blá, mas já me considero jornalista, sem mais. Já quis ser astronauta, professor de inglês, desenhista de quadrinhos e até mesmo ter meu próprio grupo de caça-fantasmas (uma coisa bem scooby-doo, sim meu povo), mas desde o comecinho do ensino médio eu sabia que queria ser jornalista. Quando percebi o que realmente eu queria, só senti diversos tons de sinceridade e não dava pra esconder ou tentar substituir isso por outra coisa. A melhor coisa que eu podia fazer era seguir meu sonho!

Você sabe porque é comemorado essa data no dia 7 de abril ? Eu não, confesso Haha. Mas dei uma pesquisada, e a versão mais consistente vem lá dos tempo do Brasil Império, onde o assasinato do médico e jornalista João Batista Líbero Badaró em dezembro de 1830, devido causas políticas (inimizades causando), o que gerou um movimento popular que levou à abdicação de D. Pedro I, no dia 7 de abril de 1831. Assim data foi escolhida para marcar a fundação da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e foi a própria ABI que instituiu o Dia do Jornalista!
Estou cursando o primeiro período de Jornalismo, ou seja, ainda estou bem no começo de todo esse processo. Vivenciei pouquíssimas coisas, e arrisco dizer que não chega a nem um terço da terça parte do que eu vou ver pela frente. Mas é tão bom sentir que estou no caminho certo. Sabe, antes mesmo de desenvolver qualquer partícula de identificação pela profissão, eu já tinha minhas paixões pelos atuantes da área. Eu sou/sempre serei viciado no CLARK KENT! Não no Superman, e sim no Clark , isso mesmo Hahah! Sério, eu ficara horas do meu dia vidrado em Smallvile, aquela série mais pra lá do que pra cá (que eu amo tá), só torcendo pra ter mais cenas do meu jornalista favorito no Planeta Diário. Ah e tinha a Lois Lane também, que ainda é meu protótipo de jornalista, no qual você sai sem medo e luta pela liberdade de informação, fazendo qualquer coisa pela divulgação e propagação da verdade. Ah, bons tempos.
Tinha a Rebecca Bloomwood, sendo de fato a personagem que abriu meus olhos pra profissão, do filme “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”, juntamente com a Andrea de “O Diabo Veste Prada”. Eram tantas opções apresentadas: jornalismo político, investigativo, de moda, econômico e por aí vai. Confesso que até hoje não tenho uma ideia ou foco completamente formado do que eu quero prosseguir, ou em qual área vou me arriscar. É difícil escolher o que vestir quando se tem milhares de roupas 100% atraentes. Quando acho que sou a cara do impresso, a web começa a gritar e sem mais de longas comunicação é a única coisa determinada dessa jornada.
*Essa é uma homenagem da Sigma Six a todos os jornalistas da sua equipe e a todos seus parceiros jornalistas de todo o Brasil. 
Muitos duvidam da nossa capacidade, ou não garantem o nosso devido valor, mas isso no fundo não me importa. A oportunidade de formar opiniões, sensibilizar e modal o senso crítico de alguém é uma das coisas mais sensacionais e importantes já delegadas a qualquer um.  Como dizem, o jornalismo é o fio que liga as pessoas ao mundo. Não a palavras que descrevem minha felicidade de fazer parte desse meio! Feliz Dia do Jornalista!
Xo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: