O que achei: Os Vingadores – A Era de Ultron

Sem delongas, senão o filme mais aguardado do ano, foi tudo aquilo que a gente esperava! Mas que filme! Com corre corre, ação e muita destruição, Os Vingadores: A Era de Ultron, tira o folêgo de quem tá assistindo até o seu último minuto e sem pressa ou furos na história (gritantes), não desapontando quem estava contando os minutos para assistir ao longa. Vem ler sobre o que eu achei de tudo isso, vem!

sinopse
Quando Tony Stark tenta alavancar um programa voltado a manter a paz, as coisas dão errado e os Super-Heróis Mais Poderosos da Terra, incluindo o Homem de Ferro, Capitão América, Thor, O Incrível Hulk, a Viúva Negra e o Gavião Arqueiro, enfrentam seu teste definitivo quando o destino do planeta está em jogo. Quando o vilanesco Ultron surge, depende dos Vingadores impedi-lo de concluir seus terríveis planos e, logo, alianças frágeis e ações inesperadas abrem caminho para uma épica e única aventura global”.
O filme todo possui um ritmo totalmente sagaz, e alterna basicamente entre ação e informação, deixando os olhos de quem assiste extremamente vidrados. Recheado de pancadaria, explosões, tretas, tiroteios e sem falar das incansáveis destruições de certas cidades, o filme não contém nenhuma surpresa ou algo de especial em relação ao visual e concentra seu desenvolvimento em outras áreas, como na exploração e no crescimento de personagens  já conhecidos, como um realce de aprofundamento na história do Gavião Arqueiro e da Viúva Negra, assim como a introdução e devida importância de “novos” personagens, que sim podem dar outros rumos a trama.
 
Os Vingadores que todo mundo já conhece, estão novamente lutando lado a lado para salvar o mundo, mas o foco do longa é a presença de um casal de gêmeos, que no começo ninguém sabe se odeia ou gosta, deixando tudo um pouco mais interessante. Pietro (Aaron Taylor-Johnson) e Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen, sim, a  irmã mais nova das irmãs Mary Kate e Ashley Olsen), surgem no meio do enrolo todo e envolvem-se por completo. O primeiro possui uma velocidade sobre-humana, enquanto sua irmã é capaz de manipular a realidade, atrelada de magia e telecinese. Wanda meche com nossos heróis de forma bem intensa, trazendo de volta lembranças do passado que eram bem melhor quando permaneciam lá (o que foi interessante, principalmente alguns detalhas fornecidos do passado da Viúva Negra). Tá, essa foi a fase do mal dos dois, mas depois eles percebem os fins que suas ações aliadas a de Ultron resultarão para a terra, e logo tornam-se os mais novos vingadores.
Mais uma vez  seguindo aquela linha de pensamento, que é a de que “os seres humanos sofrerão com o resultado de suas ações”, o filme, se bem interpretado, possuí aquela ponta de moral aliada de espetada no ego de nós todos, reafirmando papos de que inteligência artificial pode não ser uma boa ideia e a provável extinção da raça humana , mas isso é papo pra depois. Falando em erros, vem cá, Homem de Ferro aprontou em ?! Tá que Tony Stark sempre será grande muso e brilhante entre os vingadores, mas convenhamos que boa parte dos acontecimentos veio por parte dele e sua falta de trabalho em grupo. O que uma simples conversa antes de desenvolver o Ultron não resolveria em?! Mas por fim acabamos perdoando. Todo tecnologia usada por ele pra desenvolver suas criações fizeram os olhos de muita gente brilhar!
O segundo filme da franquia se difere do primeiro, e abre uma nova era para os filmes que virão da Marvel, possibilitando algo novo. Algo diferente. Ele não é melhor do que os outros filmes que vieram antes, mas possuí certa maturidade que já era hora de ser apresentada. Não tão sombrio quanto se esperava, a trama consegue encaixar momentos de humor e ação, sem perder o fio da meada e apresenta uma nova proposta, preparando o terreno para os novos filmes do gênero,(como: Capitão América: Guerra Civil, Pantera Negra, Quarteto Fantástico e Os Vingadores: Guerra Infinita) e novos personagens/atores, proporcionando aos fãs de quadrinhos o que eles sempre sonharam, qualidade atrelada a uma boa e fiel produção.
Xo.
 

6 comentários em “O que achei: Os Vingadores – A Era de Ultron

Adicione o seu

  1. O filme é realmente maravilhoso e muito surpreendente. Quem poderia imaginar que Ultron era um erro cometido por Stark? Aplausos para os roteiristas e diretor desse filme, arrasaram! Dignos de um Oscar! Mas, melhor que o filme é após assistir ele e vir aqui no DVB e conferir essa resenha perfeita e relembrar tudo o que foi visto nas telas do cinema da até um sentimento de nostalgia já porque o próximo filme dos Vingadores é só em 2018. 😦

    Curtir

  2. “Toda tecnologia usada por ele pra desenvolver suas criações fizeram os olhos de muita gente brilhar” não existe frase melhor que defina a minha reação ao assistir ao filme. Denso em uma linguagem de programação, o filme destaca as possibilidades dos estudos da ciência de hoje em dia tanto àqueles ligados à linguagem de computadores para controle de robôs quanto a união do uso da robótica aos desafios da medicina, relacionados à constituição de tecidos, que já possui uma área importante ligada a reabilitação de pessoas deficientes. De certo modo, o filme é uma verdadeira “fantasia” sobre o rumo do avanço da atual tecnologia e faz com que saimos das telas do cinema com uma sensação de “será que daqui a alguns dias isso tudo poderá se tornar possível?”

    Curtir

  3. Exatamente, o filme figura em si o que a ciência dos dias atuais tanto almeja. Com tantas explorações e pesquisas que reforçam a busca por inteligência artificial, o longa mostra que também um ~slow down~ as vezes é necessário e atrela isso muito bem a trama envolvente dos quadrinhos, e afirma que mesmo que as intenções possam ser as melhor e ingênuas possíveis, certo cuidado nunca é muito. E eu saí da sala de cinema do modo que você descreveu, “Será que vamos passar por isso um dia? Será possível ?”, e sinceramente não sei te responder se eu quero ou não chegar perto dessa tecnologia.

    Curtir

  4. Aw que bom que gostou da minha resenha Max, só tentei passar realmente o que eu senti vendo o filme! Exatamente, por trás de um homem brilhante, erros podem ser escondidos e cometidos, não é mesmo. Nem me fale, vai demorar bastante! Mas como conforto teremos umas mil produções da MARVEL até lá, incluindo as séries maravilhosas que eles andam produzindo, você está acompanhando?! Super recomendo!

    Curtir

  5. *Porte de spoilers*
    Faltou comentar sobre o Visão. Acredito que ele se tornara muito importante devido à posse da pedra da alma.
    Ainda não me recuperei da morte de Mercúrio. E ainda me pergunto se os gêmeos, caso apareçam em X-Men, seguirão a lógica de serem filhos do Magneto ou seguirão a lógica dos Vingadores.

    Curtir

  6. Sim, o Visão também foi bem importante, só que Wanda e Pietro roubaram minha atenção! Hahaha. Exatamente, fiquei meio perdido qual linha vão seguir referente a história dos personagens, ou se talvez vão conseguir mesclar as duas em uma só!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: