Um broomance que você precisa conhecer

Austrália é super conhecida por suas praias, animais e por seu surf. E é de lá que vem os caras que formam uns dos meus bromances favoritos, Chet Faker e Flume. Esses nomes te causaram estranhamento? Sem problemas, vem comigo que te apresento esses meus chódos musicais.

Para começar, vamos por partes. Seguindo a ordem em que eu os conheci, o primeiro a ter o perfil traçado é o (lindo) Chet Faker. Nicholas James Murphy, tem 27 anos e nasceu em Melbourne. Tanto ele quanto Flume, se destacaram no cenário musical australiano com suas batidas eletrônicas.

001

No entanto, ao contrário do que muitos esperam desse tipo de música, Faker possui sonoridade suave misturada com uma pitada sexy, o que torna o seu som único. Até agora, ele já lançou dois EPs , o Thinking in Textures (2012) e o Lockjaw (2013). E claro, não posso deixar de citar o aclamado álbum Built on Glass, lançado em abril do ano passado.

Ah, quer saber o de onde veio seu nome artístico? Então, quando Faker começou sua carreira, ele descobriu que já existia em sua cidade um artista com o mesmo o nome que o dele ” Nick Murphy”. Daí, ele passou a procurar por inspirações até que se deparou com Chet Baker, músico que passou a admirar por se identificar conceitualmente com o fato de que ”você não precisa ser tecnicamente perfeito para fazer boa música”. Tendo isso em mente, ele trocou Baker por Faker e pronto! Hahaha. Dá uma checada aí:

Enquanto isso, o Flume, que na verdade se chama Harley Streten, possui um som mais ‘’típico’’ eletrônico, o que não quer dizer que não seja bom, pelo contrário!!! (tá, sou suspeita). Com apenas 23 aninhos Harley já conseguiu chegar a um patamar profissional que muitos ainda sonham em alcançar, sendo considerado o melhor produtor do ano em 2013.

Assim como Chet, Harley só possui um álbum, ‘’Flume’’, lançado em 2012 (inclusive no aguardo pelo próximo). Além disso, ele já lançou dois EP’s ,o Sleepless e o Lockjaw. Já os hits são vários, é Sleepless, Holding On, On Top e por ai vai.

A ideia de usar ”Flume” nos palcos veio da música homônima do Bon Iver (muito fofo, né?). Segundo Harley, ele gostou desse nome por ser ”curto, doce e por soar como sua música”. Além disso, Flume é super conhecido por seus remixes e colaborações com outros artistas como Disclouse, Lorde e Sam Smith.  Confere aí uma das minhas músicas favoritas:

E por falar de colaboração, esse bromance não podia deixar de ter feito uma né? ”Lockjaw” foi lançado em 2013 e conta com três faixas que amo de paixão. E ainda tem previsão para novidades desses aussies nos próximos meses. Enquanto não chega, vamos ficar com o que a gente já tem que tá ótimo, dá um play:

Tá dada a dica haha.

Beijos, Yas.

assinatura yasmin brandão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: