Ellen Page mudando o mundo com a sua “Gaycation”

Oi gente! Hoje vim falar de um assunto que eu acho super interessante e que está ganhando a atenção de muita gente por aí. “Gaycation” é um documentário forte de cunho cultural e político-social produzido pela atriz canadense Ellen Page. Em formato de série ele visa mostrar o que é/como é “ser gay” em diversas partes do mundo e claro que o Brasil não poderia ficar de fora.

Quando se assumiu gay em 2014 durante uma conferência sobre direito homossexual em Las Vegas, a atriz que já esteve em filmes como “Juno”, “A Origem”  e “X-Men” teve a oportunidade de ser quem realmente quis ser, e não perdeu a oportunidade.”Estou aqui hoje porque sou homossexual. E porque talvez possa causar um efeito positivo. Ajudar outros para que sua vida seja mais fácil e esperançosa. Sinto que tenho uma obrigação pessoal e uma responsabilidade social em tudo isto”

“Estou cansada de me esconder. Quero estar à vontade'” foram as palavras de Ellen que melhor podem descrever sua iniciativa de mostrar ao mundo, como ele próprio, subordina as condições de vida que uma pessoa gay deve ter.

gaycation24022016_01

Produzido pelo canal Viceland, “Gaycation” mostra a atriz e seu melhor amigo Ian Daniel na jornada de mostrar de explorar a comunidade LGBT ao redor do mundo, e até agora possui  4 episódios. Cada um deles foi filmado em países diferentes, sendo Japão, Brasil, Jamaica e Estados Unidos os primeiros e respectivos cenários da série até então.

“Todos nós nascemos numa sociedade homofóbica, simplesmente nascemos. Implantando em nós há o sentimento de vergonha, nós nem sabemos o quanto isso afeita nossa vida durante muito tempo”, disse abrindo o segundo episódio da série filmado no Brasil. Nele Ellen confronta Jair Bolsonaro, um dos políticos mais famosos por propagar discursos homofóbicos e machistas, sendo um dos grandes inimigos no combate ao preconceito no Brasil. O vídeo se espalhou por aqui quando o episódio foi lançado e você pode até ter visto, mas se não, dá uma olhada:

Segundo ela, um dos piores momentos da sua vida foi quando entrevistou aqui no Brasil um policial do Rio que admite matar homossexuais e os considera “pior do que bicho”. “Apesar de parecer um lugar progressista e aberto sexualmente, as dificuldades que a comunidade LGBT sofrem podem ser horríveis”, conclui a atriz.

Por fim, a série é um artefato que reúne diversas características, histórias e culturas da comunidade LGBT por tudo o planeta, deixando mais próximo de quem assiste a realidade pelo outro vivida. Eu estou amando acompanhar tudo e sinceramente me sobrecarrega com um efeito positivo.

gaycation2

Desconstruindo a palavra Gaycation, remetemos a Education, tudo o que o programa eleva em mostrar.Quem tiver interesse de assistir, ela está disponível online no site do canal  VIceland aqui, e se procurar direitinho dá pra achar também alguns episódios legendados na internet.

“Eu gostaria que as pessoas superassem isso. Há pessoas gays, há pessoas trans… Podemos seguir em frente?”

Espero que tenham gostando! Xo.

Gui Assinatura

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: