#VAPA: Como Eu Era Antes de Você

Depois de um tempinho sumido aqui no blog, o #ValeAPenaAssistir” também conhecido como “VAPA” haha, voltou da melhor maneira possível. Ontem assisti um dos filmes mais esperados (por mim e todo mundo) do ano. Já adianto “Como Eu Era Antes de Você”  é  infiel.  Vem ler o que eu achei do longa e prometo que tá tudo sem spoilers haha.

A história do filme (totalmente baseada no best-seller da escritora inglesa Jojo Moyes), apresenta pra gente dois mundos, dois extremos, mas uma só verdade.

me before you will and louisa

Will Traynor, o então galã do filme, interpretado pelo mara  Sam Clafin (Jogos Vorazes e Simplesmente Acontece), vive um drama nada familiar aos príncipes dos contos de fada, que após ser atropelado por uma moto, fica paralisado praticamente da região do pescoço pra baixo. Assim, ele fica preso a uma cadeira motorizada e ao fato de sempre ter que recorrer aos outros para realizar qualquer simples movimento. Louisa Clark, interpretada por ninguém menos que Emilia Clarke (Game Of Thrones e O Exterminador do Futuro), transforma o ambiente em algo positivo e definitivamente esperançoso. Mas como que eles se encontram? Ela que acaba de ficar desempregada, e tornasse a nova cuidadora e acompanhante de Will.

comoeueraantesdevocetop

Não sei vocês, mas gostaria de pensar como a Lou. Agir como se nada mais importasse, a não ser sua opinião. Portasse conforme seus princípios e éticas pessoais, nunca se rendendo ou intimidando por padrões ou imposições. Sendo uma pessoa verdadeira consigo mesma.

O roteiro de Thea Sharrock ( que teve sua estreia com o longa), não apresenta nada de novo na maneira de conduzir seus personagens ao público, mas diferente dos já conhecidos romances, de por exemplo Nicholas Sparks, o filme tem um quesito especial, que o diferencia-o. Ele não trata o amor como a solução de todas as coisas e muito menos reverência os personagens e sim os apresenta com carinho, deixando o humor trazê-los para mais perto da realidade.

ME BEFORE YOU

Além disso, o filme trata de questões éticas, que por um pequeno momento, podem descaracterizar um pouco o drama. Bom, na verdade nem tanto. “Só se tem uma vida. É o seu dever vivê-la o mais plenamente possível”, diz Will para Lou em uma das minhas cenas favoritas do filme. Não deveria então o rapaz explorar sua nova condição de vida da melhor maneira possível? Honrar a chance de respirar que cada um de nós temos? Bom, lidar com raiva e rancor é algo doloroso e trabalhoso. Acredito que só é possível tomar decisões do tipo, quando de fato você é forçado a tomar decisões do tipo. Sem mais delongas, o filme te mostra isso.

tumblr_o213845CVl1u29e5no1_1280

Além de tudo que já falei, Louisa vai te apresentar ao mundo fashion dela, o que pra mim é um dos pontos G do filme. Extremamente segura de si na hora de se vestir, ela não vai esconder seu gosto por roupas extremamente coloridas e vai te fazer apaixonar por ela cada vez mais, mostrando a criatura  inspiradora que é.

louisa_clark_style

O núcleo onde o filme roda e as diferenças sociais também são importantes na hora de formar uma ambientação da história. As cenas foram filmadas no País de Gales (conto de fadas mode on) e a busca necessária da família de Clark por emprego traz a história mais perto da realidade de muitos. Sem falar da trilha sonora né, que é mais do que perfeita, contando com nomes como Imagine Dragons, Ed Sheeran e Cloves.

CcvGM4FWoAAThAV
Esse casal, meu Brasil, me explica …

A trama é bem desenvolvida e pra mim, foi apaixonante ver o desenrolar do caminho percorrido pelos dois. Se meu coração saiu da sessão quebrado? Lógico.

É aí que eu percebo tudo: a pior coisa que já te aconteceu na vida, pode na verdade ter sido a melhor. Depende de você reavaliar a situação. Claro, uma acidente como o de Will e a dor de abandonar sua vida e expectativas passadas é algo tenebroso de se pensar, mas não custo a pensar se abriria mão de tudo o que tenho, como vivo e até mesmo me locomovo, para então viver o de fato, verdadeiro amor. Você não? Questão de perspectivas.

O nome já diz, “Como Eu Era Antes de Você” mostra uma divisão entre diferentes acontecimentos nas vidas dos personagens. Bons e Ruins. Tristes e felizes. Como falei lá em cima, o filme é infiel mais não ao livro ou outra coisa qualquer, mas sim ao sentimento humano ou à regrinha de formatos dos filmes românticos já conhecidos. Ele apresenta algo que pode ser maior que o amor: a liberdade da escolha. A capacidade de não definir quem você é, por erros e acontecimentos, ficando isso claro pra você no final do filme. Literalmente.

O filme já está nos cinemas, já viu? Me conta o que achou e se não, me conta depois de ver !haha

Xoxo

Gui Assinatura

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: