5 séries que vão te ajudar a ter orgulho LGBT

Uma das coisas pela qual eu sou mega apaixonado é assistir série! Se envolver com os personagens com histórias iguais ou diferentes da sua é realmente algo que eu gosto! As vezes é difícil aceitar que é a gente é como a gente é. Sempre rola uma tristeza ali ou aqui, mas xô pensamentos ruins que tem muita coisa pra te inspirar e ajudar a entender que não tem versão melhor de você do que a  verdadeira. Separei 5 séries com temática LGBT pra te inspirarem e mostrar pra você coisas que você talvez ainda não percebeu!

Preparado? Traz pipoca e vem! ❤

LOOKING

A série da HBO acompanha a vida de um grupo amigos gays que tenta aproveitar o que São Francisco tem de melhor a oferecer para a nova geração. Criada por Michael Lannan e Andrew Haigh, a história gira em torno de programador de video games Patrick (Jonathan Groff), do artista Agustín (Frankie J. Alvarez) e do garçom Don (Murray Bartlett), que estão em diferentes fases da vida, mas são unidos pela amizade e sexualidade.

THE NEW NORMAL

A série é uma comédia que conta a história de David (Justin Bartha) e Brian (Andrew Rannells), que  decidem ter um bebê, e por conta disso contratam uma mãe de aluguel, Goldie (Georgia King). O casal tem que passar por várias dificuldades, como a família da moça, que inclui uma avó bem preconceituosa. A série criou muuuuita polêmica pelo seu tema e foi cancelada já na primeira temporada (sim, chorei). Ela chegou a passar no Brasil, na FOX, pelo menos trazendo a discussão pra cá na época. A série foi criada por Ryan Murphy, que já tinha feito o maior sucesso com os personagens gays de sua série Glee (que também vamos falar por aqui).

Queer as Folk

A série é uma adaptação norte-americana da versão inglesa de mesmo nome, e é focada em cinco rapazes gays, mas também retratando todo o universo LGBT. O seriado foi fundamental para abrir caminho a outras produções do gênero, já que foi lançado nos anos 2000 (sim, imagina o bafo né época), pois mostra com delicadeza e normalidade os desafios dos relacionamentos com a família, a adoção por casais gays e o cotidiano, tudo sem estereótipos.

GLEE

Tem alguém que não conhece Glee aí do outro lado? É praticamente impossível não conhecer Glee. Tem quem ainda não assistiu, mas garanto que esses são os piores tipo de pessoas haha (brinks). A série é sobre um grupo de estudantes que sofrem bullying e que confiam uns nos outros para debater todo tipo de preconceito e sobreviver ao Ensino Médio, usando muitas vezes a música para se expressar. Os casais gays da série são abordados de uma forma encantadora, afirmando que a homossexualidade não é uma fase. Uma das coisas que mais me ajudou a ser quem eu sou, garanto! Obrigado, Glee. ❤

THE FOSTERS

  • A série  mostra os desafios de uma família composta por duas mães, que criam os filhos adotivos junto com o filho biológico. O casal vê sua família, que já é grande, virar de cabeça para baixo quando adotam mais uma garota difícil de lidar. Uma das mães é uma policial e a outra é uma professora de escola particular. Ou seja? Bem louca né, mas amo! haha

De sobra, um extra aí pra juntar com tudo aquilo que eu falei lá em cima. “Personagens fictícios representam pessoas reais”, e foi essa mensagem que o Netflix quis passar quando liberou esse vídeo na época da Parada Gay de São Paulo deste ano. Eles lembraram de personagens de várias séries que citei, que passam a ideia que eu quis transmitir com tudo isso que falei:

E aí? Já assistiu alguma ou pretende assistir? Conta pra mim nos comentários!

Gui Assinatura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: